terça-feira, 13 de fevereiro de 2007

Aborto

No referendo da despenalização do aborto eu votei sim, foi o sim que ganhou. Agora preocupa-me o que vai acontecer, como é que vão ser as listas de espera das mulheres que querem abortar, qual vai ser o apoio ás mulheres que querem abortar, quanto paga o estado….
Preocupa-me acima de tudo se o apoio vai ser igual, maior ou menor que os casais que querem ter filhos e não conseguem, eu estou na MAC(Maternidade Alfredo da Costa) há 4anos, há 8 que decidimos ter um filho, há 6anos que comecei consultas de infertilidade no Hospital de Torres Vedras. As consultas para casos como os meus demoram sempre mais de 1 mês, a ultima ecografia que marquei tenho que esperar 3meses, a lista de espera para começar a fertilização é de cerca de 2anos. O estado não me paga os medicamentos que, segundo o médico, vão custar-me cerca de 1000euros. Na MAC só fazem FIV(fertilização in vitro) a mulheres sem nenhum filho, eu se tiver o primeiro filho já não posso tentar o segundo, na MAC, com comparticipação do estado e só tentam duas vezes, “se não conseguir vá a uma clínica particular e pague uma fortuna ou então desista da ideia”.
Volto-me para a adopção consigo uma espera de cerca mês e meio para a primeira consulta com a assistente social, e o que aí vem…
Não me arrependo ter votado sim, quero é que esses abortos de vão de escada acabem, mas também quero igualdade de apoio do estado.

1 comentário:

MS disse...

Passo por aqui diversas vezes, estando sempre atenta ao que, normalmente, por aqui vai escrevendo.

Hoje, no meu blog, um bocadinho que é para si também. Senti vontade de o fazer, apesar de o meu acreditar valha o que vale.

beijinhooo***